NOME SOCIAL, O QUE É?

21:39

Fonte: Google.
Nome social, o que é?

É o nome que pessoas travestis e transexuais preferem ser chamados.

Ponto, é isso resumidamente, mas por trás desse “preferem” tem muita coisa.

1- Nós, transexuais, não nos identificamos com o gênero que nos foi imposto ao nascer, ou seja, o nome é uma das primeiras coisas que a gente reivindica para sermos tratadas da maneira que queremos.

2- O nome é a sua apresentação para o mundo, é a partir dele que se começa tudo, relações, contratos, entrar na faculdade, colégio, etc, então ser respeitada com o nome que escolhi deixa as coisas mais fáceis e menos constrangedoras para mim, para nós transexuais.

Mas que acontece é que muitas vezes somos desrespeitadas e constrangidas quando nosso nome e nossas preferências não são respeitadas.
Alguns exemplos:

1- Hospitais: A maioria das pessoas trans evitam hospitais mesmo em situações que a necessidade dele é grande, e a razão disso é principalmente porque quando chegamos lá, e mostramos nossos documentos, pedimos para que nos tratem com nosso nome social e muitos hospitais negam alegando que é falsidade ideológica. 
Gente, vamos raciocinar, ninguém tá pedindo pra mudar nosso nome na ficha de cadastro, de exame, na receita dos medicamentos e etc, estamos pedindo apenas que enquanto estamos no hospital nos chamem pelo nosso nome social, ou seja CHAMAR, só chamar.

Eu tenho dois posts no blog em que eu relato dificuldades que já passei em hospitais, tentem se colocar no meu lugar agora, é extremamente vergonhoso quando você está sentada, esperando ser chamada para ser atendida e PAH, te chamam pelo teu nome de registro na frente de todo mundo, e TODO MUNDO te olha como se tivessem vendo um E.T na frente deles. 
Sabe o que é mais vergonhoso ainda? É quando após sofremos esse constrangimento, pedimos para o medico nos chamar pelo nosso nome social e ele nega.

2- Colégio/Faculdade: Gente, o que eu mais tenho no blog são relatos de transfobia que já passei em colégios que já estudei e também prestando vestibular para faculdades.
Primeiro de tudo, contem quantas pessoas trans já estudaram no teu colégio ou na tua faculdade.

Contou? Bom, eu te explico essa ausência. Ninguém quer estudar em um local que seu nome não é respeitado ou que sua ida ao banheiro com qual você se identifica é negada.

Pessoas trans não estão na prostituição porque QUEREM, estão porque não tem a opção de entrar em um ambiente educacional e ser tratada com dignidade.

Agora, eu paro pra pensar, e realmente não consigo enxergar onde existe uma dificuldade de pedir para os professores e botar na lista de chamada o nome social de pessoas trans, porque novamente, a gente não tá pedindo que em documentos oficiais da faculdade tenham nosso nome social, a gente esta pedindo para ser tratada na turma e pelos professores com o nome que a gente escolheu, ou seja, documentos internos e oficiais da faculdade tudo bem, mas documentos que possam ser expostos e o tratamento pelos professores com nosso nome social não é pedir demais.

Ou seja, vamos repensar mais e tentar mudar as coisas? Se você tem um coleguinha trans que não está sendo tratado da maneira que ele quer, procurem a direção da faculdade, façam um abaixo-assinado, qualquer coisa, mas DEIXEM pessoas trans estudarem, porque se vocês pararem pra pensar, não somos nós que estamos deixando de estudar e sim vocês que estão negando essa chance para gente. 

You Might Also Like

0 comentários